11 novembro 2013

Lá Fora


Hoje vim trazer mais uma poesia escrita por mim! Escrevi ela na escola,antes de passar mal e precisar voltar pra casa. Vomitei quatro vezes acreditam? Mas isso é nojento,e no final nem é do interesse de vocês. Escrevi essa poesia pensando em colocar encanto em qualquer coisa. Os talentos dos meus colegas eram admiráveis,e variavam de "o passarinho olhou o jacaré" até "a estrela brilha" mas nem todos tem sempre o dom afinal. Quero dizer,talvez tenham e sejam ótimos num futuro,mas agora são tão...infantis. Oh Merlim,talvez o futuro deles seja fazer poesias infantis. Vai saber. Enfim,como era pra escola eu não pude exagerar nas sombras e no "olhe pra baixo das suas botas,eu estou ali",mas mesmo assim não pude deixar de ser sombria. Faz parte de mim afinal. Espero que gostem.

                                                                                               Lá fora 
                                                                                                                            
Vejo caindo lá fora
Gotas de sofrimento
Sofrimento da esperança
Que ainda é um sentimento

Vi caindo lá fora
Junto do sofrimento
Algumas gotas de alegria
Que aumentaram sem demora

Vi lá fora
Sofrimento da esperança
Se tornar uma herança
De pura lembrança

Vi caindo lá fora
Uma ultima gota de esperança
Misturada com lembrança
E se tornando uma linda dança. 

2 comentários:

  1. Bela poesia chuchu, adoro ler algumas que vem no meu livro de português. (:

    haysahass.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Haysa! Poesia nunca é demais <3

      Excluir